O Deus de Einstein e a Carta Einstein-Gutkind

“A chamada ‘The God Letter‘ de Einstein, ganhou muita repercussão quando foi leiloada em 2008 pela Bloomsbury, Reino Unido. Consiste em uma carta resposta de Einstein a Eric Gutkind, um filósofo Judeu-Alemão, onde supostamente o cientista expõe ideias contrárias a existência de Deus e a divindade do texto bíblico. Não demorou muito para que os principais meios de comunicação divulgassem que Einstein finalmente teria se declarado explicitamente ateu e até mesmo um antirreligioso.

“Isso em nada despertaria atenção de um leigo, diante da quantidade de cientistas e grandes estudiosos que também assim se definem, se não fosse o fato de ser o próprio Einstein. Basta ler uma ou duas biografias ou, simplesmente, buscar suas máximas sobre todos os campos da vida, para sentir que algo está minimamente estranho. É fato que o promulgador da Teoria da Relatividade não só combatia um Deus Pessoal, como também não pertencia e praticava ritos de nenhuma denominação religiosa. Mas, por outro lado, se sentia atraído pelas ideias deístas de Spinoza, e afirmava que ‘o sentimento religioso cósmico é o motivo mais forte e mais nobre da pesquisa científica’. Ou seja, a religiosidade para Einstein é fundamentada numa complexa profundidade científico-filosófico-religiosa, e tentar defini-lo como ateu, crente, agnóstico ou religioso em seus sentidos latos e nos moldes como o ‘senso comum’ o deseja, é praticamente impossível. Porém, Einstein foi sim objetivo e claro diversas vezes nessas questões”.

Essa é somente a introdução do artigo. Para ler o seu conteúdo completo, basta acessar: https://doi.org/10.5281/zenodo.6326509

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s